Magela faz apelo a vereadores: A pandemia está plena em Ilhéus

Arquivado em: Saúde |

O secretário municipal de Saúde, Geraldo Magela, esteve hoje (10) no plenário da Câmara de Vereadores de Ilhéus, atendendo a um requerimento do 1º secretário da Mesa Diretora, Ederjúnior dos Anjos. Magela pediu ajuda à Câmara para conscientizar a população de que o município ainda está em plena pandemia, com números crescentes de atendimentos na Central Covid-19. “A população deu uma relaxada e isso é um equívoco. A situação é grave, especialmente pela falta de leitos de UTI em Ilhéus e em toda a região”, disse Magela.

O crescimento apontado no discurso de Magela está, também, nos números apresentados pelo secretário no plenário Gilberto Fialho. Em outubro, a Central Covid – localizada na avenida Soares Lopes – atendeu a 1.068 pacientes com sintomas da doença. Em novembro, o número cresceu para 1.483. Em dezembro chegou a 3.071 e, em janeiro, 3.081. A expectativa é de que ao final deste mês de fevereiro ultrapasse a marca dos 4 mil atendimentos.

*Segunda dose, semana que vem*

De acordo com o secretário de Saúde, para que não volte a fechar nenhum setor economicamente ativo da cidade é preciso a compreensão de todos. Magela revelou que Ilhéus foi um dos primeiros municípios da Bahia a ter 100 por cento das vacinas do primeiro lote aplicadas até ontem (09).

“A prioridade agora é a vacinação dos indígenas. Os profissionais de saúde da rede pública foram vacinados quase que na totalidade. Mas para a iniciativa privada da saúde, a vacina não chegou. Todos são prioridades, mas há prioridades das prioridades”, afirmou, citando que é preciso vacinar logo pacientes da oncologia e outras faixas etárias de idosos. Magela anunciou para a próxima semana, o início da aplicação da segunda dose da vacina.

comments