Ilhéus: Juiz decreta prisão preventiva de assassino que afirmou ter “Diabo no corpo”

Arquivado em: Policia |

A Justiça converteu a prisão de Danilo Marques Santos Lima, vulgo Danilo da Usina, acusado de matar a pauladas Miranyl Santana da Hora, de 35 anos, na madrugada de segunda-feira (29). O crime ocorreu em uma área abandonada de um hotel fazenda, em Olivença, zona sul de Ilhéus.

A vítima estava na companhia de uma amiga identificada por Vanessa reunidas com outras pessoas em uma festa fazendo o uso de bebida alcoólica, quando em dado momento, Danilo da Usina, teria se flertado com a mulher e, a partir daí, teria iniciado uma discussão.

De acordo com a polícia civil, antes de cometer o crime, o homem disse que estava com o diabo no corpo e pronto para matar.

A audiência de custódia ocorreu na manhã de terça-feira (31) na própria delegacia, em decorrência da covid-19. A prisão em flagrante foi convertida em prisão preventiva pelo juiz Gustavo Lyra, titular da Vara do Júri da comarca de Ilhéus.  As autoridades tem um prazo de 10 dias para concluir o inquérito.  (Vermelhinho) 

comments